Adilson Furtado – Liberto do tabagismo, de um acidente automobilístico e um novo coração!

Adilson Furtado – Liberto do tabagismo, de um acidente automobilístico e um novo coração!

Acidente Fiat Uno 1

Meu nome é Adilson Furtado Trindade, sou natural de Dores de Campos, Minas Gerais e sou o pai do autor desse livro. Ao longo da minha vida, sempre fui agraciado por Deus; hoje quero compartilhar com vocês um grande testemunho, pois quando tudo dizia que meu coração não aguentaria, Jesus me concedeu um grande milagre. Eu aceitei Jesus como meu único e suficiente Senhor e Salvador no ano de 2004, mas devido aos longos anos preso ao vício do cigarro, não conseguia parar de fumar. E como todos nós sabemos, as consequências da nicotina no nosso corpo são terríveis, e meu corpo já estava sentindo os efeitos nocivos desse mal.

No final do ano de 2012, estava orando no monte com um grupo de irmãos da igreja em que congrego e algo sobrenatural aconteceu, pois uma irmã que não sabia que eu estava sentindo fortes dores no peito, veio até mim, colocou a mão na minha cabeça e me entregou uma revelação da parte de Deus. Essa revelação dizia que um objeto metálico passaria dentro do meu coração. Ficamos todos preocupados, mas confiantes, pois o Senhor revelou para dar livramento. Poucos dias depois, as dores aumentaram e tive que procurar um cardiologista numa cidade vizinha, e assim que me examinou, ele pediu um exame de cateterismo. Naquele momento, aquela palavra profética estava começando a se cumprir, pois ao realizar o tal exame, os médicos introduziram um fio metálico dentro de minha artéria, chegando até o meu coração.

Os dias se passaram e minha família e irmãos estavam orando por mim. Numa manhã de sábado, meu filho e nora, estavam na igreja orando e ele me contou que havia pedido ao Senhor que me curasse, para surpresa dele, sentiu claramente quando o Espírito Santo disse que iria permitir que eu passasse pelas mãos dos médicos. Na noite de quarta-feira, dia 23 de janeiro de 2013, tive uma ameaça de infarto do miocárdio. Fui levado ao hospital e a dor era forte demais, tive que ser medicado e me aplicaram até morfina para tirar a dor. Mas graças a Deus, o pior não aconteceu, não foi fulminante. E no dia seguinte, fui levado até Juiz de Fora, MG, onde ao dar entrada no Hospital, fui atendido pela Dra. Ângela, que imediatamente me internou. Essa médica e toda a sua equipe foram maravilhosos comigo e oro sempre por todos eles. De maneira muito rápida, eles conseguiram me operar. A operação em si, foi um sucesso, a equipe médica que me atendeu, repito, foi fantástica e tudo correu muito bem, mas ao ir para o quarto e aguardar a recuperação pós operatória, o vício do cigarro, somado, creio eu, com os efeitos da anestesia, me tiraram a sã consciência e comecei a delirar muito; as vezes me pegava “fumando” as pequenas peças do soro fisiológico e coisas assim.

Nessa forte crise de abstinência, comecei a dar muito trabalho para todos que estavam cuidando de mim, como minha esposa, filhos e equipe de enfermeiros. Os delírios não passavam, até que num abscesso, pulei da cama e como estava muito fraco, aquele tombo danificou a cirurgia, minha esposa Lindaura disse que os ossos ficaram estufados e escutou um barulho forte. Além dos problemas externos, me contaminei, pois passei a mão no peito. Daquele momento em diante, o que estava indo tudo bem, começou a se complicar drasticamente. Fizeram novas suturas na operação e dali, fui para a UTI. Que sofrimento, pois a infecção que adquiri, foi muito severa e os médicos faziam de tudo para me salvar, eu estava tomando antibióticos fortíssimos, mas meu quadro clínico foi piorando cada vez mais.

Depois que tudo isso havia passado, meu filho me contou que na tarde de quarta-feira, dia 27 de fevereiro de 2013 por volta das 17:45 horas, ele e minha filha foram me visitar, como eu estava na UTI, a visita era curta, de apenas 15 minutos, e chegando lá, ele perguntou ao médico sobre minha situação. A resposta não havia agradado nem um pouco, o médico disse que estava administrando os dois últimos antibióticos específicos que tinham. O tratamento era longo e demasiadamente delicado, disseram que eu ficaria por semanas na UTI, já que o estado era gravíssimo. Mas na beira do meu leito, meus filhos oraram por mim. O mais velho me perguntou se eu voltaria a fumar quando saísse dali, e com toda certeza, respondi que nunca mais! Como já estava preparado, e faltava apenas parar de fumar para me batizar, o meu filho pediu a devida autorização e também um pouco de água para a enfermeira, e em seguida me batizou no leito daquela unidade de terapia intensiva.

Naquele momento do meu batismo, eu estava com o antebraço direito vazando pus, minha língua estava coberta por uma densa placa de cor leitosa e eu estava com muita febre, sentindo muito frio. Assim que fui batizado, dentro de minutos, comecei a sentir calor e muita sede e para a glória do Senhor Jesus, antes dos meus filhos saírem do quarto, eu estava me sentindo mais lúcido e minhas forças estavam milagrosamente sendo revigoradas. Meu filho já tinha essa certeza de que Deus faria esse grande milagre, pois minutos antes de chegar a Santa Casa de Misericórdia, ainda no trânsito, ele estava sintonizado numa rádio evangélica, e de repente, a cantora Rose do Nascimento, parou o louvor e começou a ministrar uma palavra profética dizendo: “Servo de Deus que me ouve agora, Deus não te trouxe a este hospital para você sair derrotado, se prepare por que Jesus irá mudar a situação de derrota e os médicos não vão entender o que vai acontecer! “. Eu até me emociono quando conto, pois o agir de Deus é realmente sobrenatural. O que Deus havia profetizado se tornou realidade; o não teve que dar lugar ao sim; a doença teve que recuar e dar lugar a saúde, pois em menos de 24 horas, oh glória, o médico, ao me examinar na manhã seguinte, se assustou e me disse que eu havia surpreendido toda equipe médica, meus sinais vitais estavam muito bons e que receberia alta naquele mesmo dia. Assim aconteceu, e quando minha esposa ligou para eles avisando do milagre, foi uma grande festa em honra ao Senhor. As lágrimas deram lugar aos sorrisos e o pranto havia sido substituído pelo gozo, é isso que Deus faz, quando tudo diz que não, ainda existe uma firme esperança – JESUS!

Vejam que quando meu filho orou pedindo a Deus que me curasse, o Senhor tinha falado com ele que iria permitir uma intervenção dos médicos, pois se o Senhor tivesse realizado o milagre, sem que eu passasse por tudo isso que relatei, jamais teria conseguido me libertar do tabagismo. Sendo assim, vos digo que devemos orar e confiar no Senhor, mas a maneira que Ele fará o milagre, não importa. Ele sabe como operar na vida de cada um, jamais podemos reclamar de nada, pois tudo está no controle do Senhor. Hoje sou batizado, com um novo coração e liberto do uso dos cigarros.
Sai com vida e totalmente restaurado do hospital, e quero também, relatar mais um grande livramento de Deus em minha vida, pois no dia 05 de março de 2015, estava voltando da cidade de Barbacena, MG, quando por volta das 16:00 horas, senti uma queda de glicose, que me deixou sem reflexos e quando percebi, o carro em que eu estava dirigindo, saiu da pista e tocou a grama molhada no acostamento.

Nesse momento, perdi completamente o controle da direção e o carro saiu violentamente para o lado direito, indo para um buraco enorme. Quando o acostamento acabou, o carro decolou e desceu em queda livre, batendo bruscamente num barranco cerca de 10 metros abaixo da rodovia. Todos que estávamos no carro, sentimos aquela fortíssima pancada e se não bastasse, o carro começou a rolar, parando no fundo daquele terrível buraco. A queda total foi de aproximadamente 30 metros de profundidade e o carro ficou parado, apoiado sob a lateral direita do mesmo, foi ai que começamos a sair do veículo e por ajuda dos jovens que estavam comigo, Pedro e Beatriz, consegui chegar na rodovia, em seguida, eles ajudaram na retirada de sua mãe, Elisabeth, que estava bem machucada.

Fomos todos socorridos pelo resgate e a notícia chegou ao meu filho, que imediatamente veio para nos encontrar. Mas antes de chegarem até o hospital, eles pararam no lugar do acidente e a cena era realmente muito forte, tenho as fotos do acidente até hoje. Meu filho ficou demasiadamente preocupado, pois devido a forte pancada, ele achou que a minha cirurgia não tinha resistido, mas confiou em Deus. O Senhor não o decepcionou, pois me fizeram todos os tipos de exame no hospital, e fui liberado horas depois do acidente. Juntamente com o guarda policial rodoviário que estava no local, eles desceram para pegarem nossos documentos e pertences que estavam no carro. Quando lá chegaram, tiveram que colocar o carro na posição normal. O que nos chama a atenção é que assim que o veículo foi virado, meu filho foi pegar meus documentos e quando enfiou a mão debaixo do banco da frente, do lado direito, ele puxou um esboço de uma pregação, com o título: Enfrentando grandes problemas e saindo mais que vencedor.

Era um esboço de uma mensagem que ele havia pregado na igreja e que eu deixei no porta luvas do carro, nesse momento, ele até mostrou para o guarda, e juntos louvaram a Deus naquele lugar, logo o guarda mostrou que se o carro tivesse capotado lateralmente mais uma vez, cairia de teto para baixo num córrego todo poluído e de difícil acesso e certamente todos nós que estávamos no veículo teríamos morrido afogado. Agora digo que chego a me impressionar com o agir de Deus, pois cerca de 8 dias antes do acidente acontecer, Deus usou uma pessoa ungida no culto, na minha igreja, para falar com a irmã Elizabeth, que Ele estava livrando ela e seus dois filhos de morte num acidente de carro. Tenho dezenas de testemunhas desse grande milagre, todos na igreja estamos até hoje, gratos a Deus por ter dado o livramento desse terrível e mortal acidente, e estamos maravilhados, pois além de livrar, Ele revelou antes de acontecer.
Tudo que o Senhor disse aconteceu exatamente, até as pessoas que estariam dentro do carro. Deus foi fiel a sua Palavra, pois está escrito: Mateus 24.35: “O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar.”

Aceite Jesus como seu único Senhor e Salvador, não espere a situação se complicar para então buscá-lo, largue hoje mesmo todos os vícios e caminhos que desagradam a Ele; no mais, tudo será provido na sua vida pelo poder que há no nome de Jesus. Que a Graça e a Paz do Senhor seja contigo querido leitor. Um grande abraço. Adilson Furtado Trindade.

Extraído do livro: Quando tudo diz que não ainda existe uma Esperança! do Pastor Marlon Anderson

Comentar
Categories: Blog, Testemunhos